Publicidade

Correio Braziliense

BP anuncia evacuação de trabalhadores 'não-essenciais' na Argélia


postado em 17/01/2013 14:21

Londres - O grupo petrolífero britânico BP anunciou nesta quinta-feira (17/01) que evacuará da Argélia "um grupo de trabalhadores não-essenciais", enquanto um sequestro continua em um de seus campos de gás no país, explorado junto com a norueguesa Statoil e a argelina Sonatrach.

Leia mais notícias em Mundo

Um porta-voz da companhia não indicou o número de trabalhadores a serem retirados do país. "A situação ainda é incerta" no campo de In Amenas, onde o exército argelino tenta retomar o controle, declarou a BP em um comunicado, sem poder confirmar a existência de vítimas.

O grupo britânico se apresenta como o maior investidor estrangeiro na Argélia. Está presente nos campos de exploração de gás de In Salah, 1.200 km ao sul de Argel, no Saara, e em In Amenas, onde são mantidos os reféns.

O exército argelino lançou ontem à tarde uma operação para libertar os sequestrados, detidos desde quarta-feira no campo, perto da fronteira com a Líbia, no centro-leste da Argélia.

Trinta e quatro reféns estrangeiros foram mortos e sete ainda estão vivos, após a ofensiva do exército argelino, segundo um porta-voz do grupo extremista, citado pela agência mauritana ANI.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade