Publicidade

Correio Braziliense

Mesmo com recepção hostil no Brasil, Yoani Sánchez vem a Brasília

Alvo de manifestações hostis na Bahia, blogueira cubana aceita convite da Câmara dos Deputados para exibição de documentário, hoje, em Brasília. Dissidente precisou contar com escolta policial em sua visita ao Brasil


postado em 20/02/2013 06:02 / atualizado em 20/02/2013 07:58

(foto: Bittencourt/Ag. BAPress/Folhapress )
(foto: Bittencourt/Ag. BAPress/Folhapress )

Depois de ser hostilizada com protestos em Feira de Santana (BA), a blogueira cubana Yoani Sánchez virá hoje a Brasília, a convite de parlamentares da oposição e do Partido dos Trabalhadores (PT) para participar da exibição do documentário Conexão Cuba x Honduras. Na noite de segunda-feira, manifestações organizadas na cidade por militantes ligados a partidos de esquerda impediram a reprodução do filme, do qual a cubana é uma das principais entrevistadas. O documentário será apresentado na Câmara dos Deputados, ao meio-dia, em audiência aberta. Ontem, Yoani usou a ferramenta que a tornou conhecida internacionalmente, seu blog, para desabafar sobre os protestos que enfrentou no Brasil, um dia depois de elogiar a “democracia” que desejava ver em seu país. “Todos (manifestantes) tinham, por exemplo, o mesmo documento impresso em cores, com um monte de mentiras sobre mim, tão maniqueísta como fácil de refutar com uma simples conversa”, escreveu.

Leia mais notícias em Mundo

O convite para Yoani Sánchez surgiu de uma conversa entre o deputado federal Otavio Leite (PSDB-RJ), em uma articulação com seu colega de partido, Márcio Bittar (AC), e com o senador Eduardo Suplicy (PT-SP). Leite, que deverá receber Yoani no Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, disse que não houve preocupação com segurança extra para ela. “A Câmara, de alguma forma, repara uma violência injustificável que ela sofreu, assim com o cineasta brasileiro, Dado Galvão”, disse ao Correio.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade