Publicidade

Estado de Minas

Leilão de parte da adega do Palácio do Eliseu rende 718 mil euros

Uma garrafa de Petrus 1990, avaliada em 2.200/2.500 euros, foi arrematada por 7.625 euros


postado em 31/05/2013 19:01

PARIS - O leilão de parte do acervo da adega do Palácio do Eliseu - 1.200 garrafas de vinhos, conhaques e champanhes - arrecadou nesta quinta (30/5) e sexta-feira (31/5) 718.800 euros, duplicando o valor estimado, informou o encarregado da venda.

Entre os lotes que obtiveram maior sucesso, uma garrafa de Petrus 1990, avaliada em 2.200/2.500 euros, foi arrematada por 7.625 euros.

Duas garrafas de Château Latour 1982 avaliadas em 2.000/2.200 euros foram compradas por 4.625 euros.

Na quinta-feira (30/5), o leilão havia obtido 295.663 euros, incluindo dois Petrus 1990 arrematados por 5.500 e 5.800 euros.

Leia mais notícias em Mundo

Segundo Ghislaine Kapandji, da casa Kapandji-Morhange, encarregada do leilão no Hotel Drouot, os compradores surgiram de "todo o mundo".

O Eliseu decidiu leiloar parte da adega criada em 1947 para prosseguir com sua renovação, segundo a chefe sommelier do Palácio, Virginie Routis.

Nestes tempos de crise, o Eliseu afirma que quer reinvestir os recursos do leilão em vinhos mais modestos, e que o excedente "será entregue ao orçamento do Estado".

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade