Publicidade

Estado de Minas

Ministro da Cultura chileno se desculpa por "matar" Nelson Mandela

Ampuero escreveu em seu Twitter que o ex-presidente tinha morrido. "Um dos lutadores mais sábios e generosos do século passado por sua dignidade"


postado em 10/06/2013 20:24

SANTIAGO - O novo ministro da Cultura do Chile, o escritor Roberto Ampuero, pediu desculpas nesta segunda-feira (10/6) por manifestar seu luto diante da "morte" do ex-presidente sul-africano Nelson Mandela, que permanece internado em estado grave.

"Morreu Nelson Mandela, um dos lutadores mais sábios e generosos do século passado por sua dignidade, igualdade e direitos humanos. Luto por Madiba", escreveu Ampuero no Twitter.

Duas horas depois, o ministro - que assumiu o cargo no domingo no lugar de Luciano Cruz-Coke - pediu desculpas e informou que ocorreu uma confusão. "Isto acontece com qualquer pessoa".

Leia mais notícias em Mundo

"Reagi diante disto como reagiria qualquer um mas, obviamente, o que mais me alegra é que Nelson Mandela está vivo, mas também pedi desculpas".

O tenista espanhol Rafael Nadal foi outro que pediu desculpas após homenagear Mandela no Twitter após a "morte" do líder sul-africano. Mandela, 94 anos, está internado em um hospital de Pretoria em estado grave desde o sábado passado, com pneumonia.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade