Publicidade

Estado de Minas

Parlamento grego suspende imunidade de três deputados neonazistas

O Parlamento também suspendeu a imunidade de outros três deputados do partido, já acusados pelo mesmo crime


postado em 16/10/2013 08:44

Atenas - O Parlamento grego suspendeu nesta quarta-feira (16/10) a imunidade de três deputados do partido Aurora Dourada, o que abre o caminho para o indiciamento por "participação em uma organização criminosa". A medida é parte da ofensiva das autoridades contra o partido neonazista.

O Parlamento também suspendeu a imunidade de outros três deputados do partido, já acusados pelo mesmo crime, que também serão indiciados por crimes vinculados a atos de violências imputados ao Aurora Dourada.

Leia mais notícias em Mundo

A votação, que conseguiu o apoio de mais de dois terços da Câmara, sobre um total de 300 deputados, abre o caminho para o indiciamento dos deputados George Germenis, Efstahtiois Bukuras e Panagiotis Iliopulos, por "participação em uma organização criminosa". Os outros três deputados envolvidos são o porta-voz do partido Ilias Kasidiaris, Ilias Panagiotaros e Crisovalantis Alexopulos.

Na abertura da sessão, Kasidiaris denunciou "um complô miserável contra o partido, uma tentativa de demolir a Constituição" e anunciou o Aurora Dourada não participaria na votação. Os deputados neonazistas abandonaram a Assembleia no início da votação.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade