Publicidade

Estado de Minas

Carro-bomba explode e deixa pelo menos 15 pessoas mortas no Iraque

Mais de 5.800 pessoas já foram mortas no Iraque desde o início do ano, de acordo com balanço feito pela AFP


postado em 23/11/2013 15:43

KIRKUK, 23 novembro 2013 (AFP) - Pelo menos 15 pessoas morreram em ataques neste sábado, no Iraque, anunciaram autoridades locais, acrescentando que dez foram vítimas de um duplo atentado perto de uma mesquita xiita da cidade mista de Tuz Khurmatu (norte).

A nova onda de violência deixou mais de 200 vítimas em uma semana no Iraque, a alguns meses das próximas eleições legislativas e no momento em que o governo se preocupa com a ressurgência da rede Al-Qaeda.

Em Tuz Khurmatu, um carro-bomba explodiu perto da mesquita do imã Ali. Depois disso, um suicida detonou a carga que levava no corpo, matando pelo menos dez pessoas e ferindo outras 45, informaram o prefeito da cidade, Shallal Abdul, e um coronel de polícia.


Leia mais notícias em Mundo

 

A primeira explosão aconteceu às 17h30 (12h30 de Brasília), perto dessa mesquita situada em um mercado bastante popular. Pouco depois, o camicase implodiu sua carga na entrada da mesquita. A instituição também fica relativamente próximo do prédio da União Patriótica do Curdistão (UPK), partido do presidente iraquiano, Jalal Talabani.

"Tenho certeza de que se trata de um ataque da Al-Qaeda", disse o prefeito Abdul à AFP, acrescentando que houve danos significativos.

Outras cinco pessoas morreram em ataques ocorridos em Bagdá e em duas cidades do norte - uma de maioria sunita, Tikrit, e outra xiita, Tal Afar.

Mais de 5.800 pessoas já foram mortas no Iraque desde o início do ano, de acordo com balanço feito pela AFP com base em fontes médicas e de segurança.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade