Publicidade

Estado de Minas

Mulheres são presas no aeroporto de Madri com cocaína escondida na peruca

Cada uma delas transportava seis pequenos pacotes contendo um total de 1,2 kg da droga


postado em 03/01/2014 10:46

Madri - A polícia espanhola anunciou nesta sexta-feira (3/1) a prisão no aeroporto de Madri de duas jovens portuguesas procedentes do Brasil que transportavam mais de um quilo de cocaína escondida sob suas perucas, um novo método "muito elaborado e difícil de detectar".

As duas mulheres, de 18 e 28 anos, foram presas em dias diferentes em sua chegada em voos que partiram de São Paulo, indicou a polícia em um comunicado. Cada uma delas transportava, escondidos sob uma peruca, seis pequenos pacotes contendo um total de 1,2 kg de cocaína "costurados e escondidos em meio a tranças naturais e sob uma meia preta colada a um cabelo falso" explicou.

Leia mais notícias em Mundo

De acordo com as autoridades espanholas, "este novo método de introdução de drogas é muito elaborado e difícil de detectar devido ao realismo do cabelo falso". Os estreitos laços entre a Espanha e a América Latina fazem deste país uma porta de entrada para a cocaína para a Europa. Em 2012, os serviços de segurança espanhóis apreenderam mais de 20 toneladas de cocaína, 41% da quantidade total apreendida no continente ao longo do ano.

A polícia deve, contudo, adaptar-se a traficantes que não disputam em engenhosidade. Os carregamentos marítimos de bananas têm sido nos últimos meses um dos esconderijos favoritos de drogas da América Latina, mas nos últimos anos também foram encontradas pacotes de cocaína em flores, doces ou madeira.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade