Publicidade

Estado de Minas

Putin lamenta falta de propostas da UE para evitar corte de gás à Ucrânia

Putin declarou à UE que a Rússia continuava aberta a conversar sobre a dívida da Ucrânia com Moscou devido ao fornecimento de gás russo


postado em 15/05/2014 11:46

Moscoou - O presidente russo, Vladimir Putin, lamentou nesta quinta-feira (15/5) a falta de propostas concretas da União Europeia (UE) para evitar o corte do fornecimento de gás russo à Ucrânia no mês que vem.

Em uma carta aberta a líderes da UE, Putin declarou que a Rússia continuava aberta a conversar sobre a dívida da Ucrânia com Moscou devido ao fornecimento de gás russo. O gigante russo Gazprom advertiu na terça-feira que exigia da companhia pública ucraniana 1,66 bilhão de dólares como pagamento antecipado para suas entregas de gás do mês de junho. Do contrário, poderia interromper o fornecimento de gás à Ucrânia no início do mês que vem.

Leia mais notícias em Mundo

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade