Mundo

Acusados do assassinato de jornalista russa são declarados culpados

Um ex-policial, acusado de ter localizado Anna Politkovskaya e fornecido a arma para facilitar o assassinato da jornalista, foi condenado a 12 anos de prisão em 2012

Agência France-Presse
postado em 20/05/2014 17:05
Os cinco acusados do assassinato da jornalista russa Anna Politkovskaya foram declarados culpados por um tribunal de Moscou, anunciou nesta terça-feira (20/5) a agência de notícias Interfax.

Quatro réus foram considerados culpados de terem organizado o atentado contra a jornalista na entrada de seu prédio, enquanto o quinto foi condenado pelo assassinato, segundo a Interfax.

O inquérito que conduziu aos juízes as cinco pessoas diretamente envolvidas no atentado em 2006 não identificou seus potenciais patrocinadores.

O assassinato da jornalista investigativa, que trabalhava para o jornal independente "Novaya Gazeta", muito crítico da política do Kremlin na Chechênia, despertou a indignação da imprensa internacional de organizações de defesa dos direitos humanos.



Entre os cinco réus condenados nesta terça-feira, alguns passaram por novo julgamento após já terem sido absolvidos em um processo em 2009.

O ex-policial Dmitry Pavlyuchenkov, acusado de ter localizado Anna Politkovskaya e fornecido a arma para facilitar o assassinato da jornalista, foi condenado a 12 anos de prisão em 2012.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação