Mundo

Justiça egípcia ordena libertação de jornalista da Al-Jazeera em greve

Elshamy foi detido no dia 14 de agosto de 2013, quando cobria para a rede do Catar a sangrenta repressão dos simpatizantes do ex-presidente islamita Mohamed Mursi no Cairo

Agência France-Presse
postado em 16/06/2014 14:58
Cairo - O procurador-geral do Egito ordenou nesta segunda-feira (16/6) a libertação de um jornalista da rede de televisão do Catar Al-Jazeera, Abdullah Elshamy, em greve de fome há quase cinco meses, informou a agência de notícias oficial Mena.



Elshamy foi detido no dia 14 de agosto de 2013, quando cobria para a rede do Catar a sangrenta repressão dos simpatizantes do ex-presidente islamita Mohamed Mursi no Cairo. A agência Mena não indicou a data de libertação do repórter.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação