Mundo

Milhares de pessoas ilhadas por fortes chuvas na Caxemira indiana

Outras 350 localidades também estão submersas pelas torrenciais chuvas de monção

Agência France-Presse
postado em 07/09/2014 12:16
Outras 350 localidades também estão submersas pelas torrenciais chuvas de monção
Srinagar - Os soldados tentavam resgatar neste domingo milhares de pessoas afetadas pelas piores inundações em meio século na Caxemira indiana, e que já causaram cerca de 150 mortes sob as águas da principal cidade Srinagar. Outras 350 localidades também estão submersas pelas torrenciais chuvas de monção, que causaram inundações e deslizamentos de terra na região himalaia de Jammu e Caxemira.

[SAIBAMAIS]A cheia do rio Jhelim inundou amplas zonas de Srinagar este domingo e obrigou os habitantes a fugir para cima dos telhados de suas casas ou em árvores. Foram convocados milhares de soldados, policiais e equipes de socorro, ajudados por helicópteros e barcos, para tentar ajudar as pessoas ilhadas. Ao menos 11.000 pessoas já foram resgatadas.

Também foram recuperados cerca de 150 corpos, e as autoridades dizem que é difícil calcular o número exato de vítimas porque os resgates estão ainda em andamento. As operações de resgate são dificultadas pela força das águas. O primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, visitou a região e se reuniu com os serviços de socorro.

Leia mais notícias em Mundo


Modi descreveu a situação como um "desastre em escala nacional". A polícia de Srinagar teme pela verdadeira dimensão da catástrofe porque as conexões telefônicas caíram e há muitas zonas sem comunicação.

No vizinho Paquistão, 142 pessoas morreram e 108 localidades e terras de cultivo e quatro mil casas ficaram danificadas, informou o porta-voz da Autoridade Nacional de Gestão de Desastres. As fortes chuvas se reduziram, e chegaram a parar em algumas partes do Paquistão.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação