Publicidade

Estado de Minas

Manifestantes protestam contra prospecção de petróleo nas Ilhas Canárias

Arquipélago é um dos principais destinos turísticos da Espanha


postado em 13/12/2014 16:22

Lanzarote - Opositores da prospecção de petróleo realizada pela Repsol na região das Ilhas Canárias, um dos principais destinos turísticos da Espanha, manifestaram-se neste sábado em alto-mar com o apoio do governo do arquipélago.

Uma dezena de embarcações uniram-se ao meio-dia, a 22 milhas náuticas da ilha de Lanzarote, para protestar contra a prospecção realizada pela espanhola Repsol, autorizada pelo governo central a procurar petróleo na área.

As embarcações, incluindo a do governo local, que também se opõe à busca, zarparam das ilhas de Lanzarote e Fuerteventura e se aproximaram na manhã de hoje da zona de prospecção.

Segundo Francisco Cedrés, um dos representantes do coletivo de associações Save Canarias, que se opõe à prospecção, a Repsol, que iniciou a busca em 18 de novembro, já perfurou até 2,3 metros de profundidade.

Leia mais notícias de Mundo

Defensores do meio ambiente, incluindo o Greenpeace e o World Wildlife Fund (WWF), e autoridades regionais fizeram campanha contra as prospecções, alegando que um vazamento de petróleo na área poderia prejudicar espécies protegidas, recifes de coral, o turismo e a pesca.

Três quartos dos habitantes do arquipélago se opõem às prospecções, segundo uma pesquisa encomendada pelo governo das Canárias.

A Espanha importa cerca de 80% de sua energia, e o governo central considera que já não pode renunciar a este tipo de negócio e desperdiçar seus recursos naturais.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade