Publicidade

Estado de Minas

'A França tem valores, sobretudo, a liberdade de expressão', diz Hollande

O anúncio foi feito pelo presidente francês após protestos em vários países contra a revista Charlie Hebdo


postado em 17/01/2015 08:36 / atualizado em 17/01/2015 11:09

(foto: FRANCOIS MORI )
(foto: FRANCOIS MORI )

 

O presidente francês, François Hollande, defendeu neste sábado a liberdade de expressão, um dos valores da França, um dia após manifestações em vários países, particularmente na África, contra a charge do profeta Maomé publicada na revista Charlie Hebdo.

Leia mais noticias em Mundo

"A França tem princípios e valores e entre esses valores encontra-se, sobretudo, a liberdade de expressão", disse Hollande. A França apoiou estes países "na luta contra o terrorismo", acrescentou ao ser interrogado sobre as manifestações na África.


Perguntado pelos jornalistas sobre as bandeiras francesas queimadas nas manifestações de vários países, em particular na África, Hollande respondeu: "Eles precisam ser punidos porque quando isso acontece na França é intolerável, mas também no exterior".

O presidente francês estava em visita à cidade de Tulle (centro), uma semana depois dos atentados jihadistas de Paris que deixaram 17 vítimas.

"Penso, em particular, que esses países às vezes não podem compreender o que é a liberdade de expressão, porque foram privados dela. Esses países também são apoiados por nós na luta contra o terrorismo, e quero expressar a eles minha solidariedade, mas ao mesmo tempo a França tem princípios e valores, e especialmente a liberdade de expressão".

Em países como Paquistão, Argélia, Mali, Senegal ou Níger, muitos manifestantes saíram às ruas para protestar contra a capa do último número da Charlie Hebdo, publicado uma semana depois do massacre em sua redação, na qual aparece uma nova charge do profeta Maomé.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade