Publicidade

Estado de Minas

Árabe é atacado aos gritos de "morte aos árabes" perto de Tel Aviv

Desde a guerra na Faixa de Gaza no ano passado, os ataques com facas executados por criminosos solitários aumentaram nos territórios palestinos e em Israel


postado em 20/04/2015 10:43

Jerusalém - Um árabe israelense foi esfaqueado nesta segunda-feira (20/4) por um homem que gritou "morte aos árabes" em seu local de trabalho, em Hertzliya, perto de Tel Aviv, informou a polícia israelense.

Leia mais notícias em Mundo

O suspeito, que foi detido, era um judeu que falava em hebraico e tinha sotaque russo, afirmou a porta-voz policial Luba Samri.

Desde a guerra na Faixa de Gaza no ano passado, os ataques com facas executados por criminosos solitários aumentaram nos territórios palestinos e em Israel.

Há pouco mais de uma semana, um palestino esfaqueou dois soldados israelenses, antes de ser morto na zona norte da Cisjordânia ocupada.

Os árabes israelenses são os descendentes dos palestinos que permaneceram em sua terra quando foi criado o Estado de Israel, em 1948. Representam 20% da população israelense e com frequência denunciam a discriminação que sofrem por parte do Estado hebreu.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade