Publicidade

Estado de Minas

Alemanha sofre com vandalismo antes de reunião do G7

O centro de Leipzig, no leste da Alemanha, sofreu atos de violência, com o uso de pedras e bombas incendiárias pelos manifestantes


postado em 06/06/2015 13:22 / atualizado em 06/06/2015 13:29

O centro de Leipzig (leste da Alemanha) foi cenário na sexta-feira à noite de atos de vandalismo, que podem estar relacionados à reunião do G7 de domingo em Elmau, no sul do país.

Mas de 100 pessoas, algumas delas encapuzadas, criaram uma barricada com pneus em chamas no centro da cidade. Também atiraram pedras e bombas incendiárias que provocaram destruição em vários edifícios públicos.

Três policiais ficaram feridos e três viaturas oficiais foram danificadas.

Um homem foi detido e a polícia abriu uma investigação sobre os atos de vandalismo, sem descartar a possibilidade de uma reação ao importante dispositivo de segurança mobilizado para a reunião do G7 em Elmau.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade