Publicidade

Estado de Minas

Indiana é estuprada pelo motorista em um ônibus em Bangalore

A mulher procurou um hospital e descreveu o ataque e os médicos chamaram a polícia


postado em 06/11/2015 09:59

Um motorista de ônibus é suspeito de ter estuprado uma auxiliar de enfermagem de 19 anos no próprio veículo na periferia de Bangalore, informou a polícia nesta sexta-feira (6/11). A agressão teria ocorrido na quinta-feira passada, quando a mulher pegou o ônibus para ir trabalhar em uma creche em Hoskote, 30 km do centro da cidade.

O motorista teria pedido ao trocador do ônibus que dirigisse enquanto procedia à agressão sexual. "Prendemos Ravi, 26 anos, junto com o trocador do ônibus, Manjunath, 23 anos, sob a lei 376 do Código Penal indiano e queixa prestada pela vítima de que teria sido estuprada pelo motorista quando ficou sozinha no ônibus", afirmou S.R. Ramesh, superintendente do departamento de polícia de Bangalore. "O acusado pediu para o colega dirigir o ônibus enquanto ele a estuprava e depois jogou a mulher na estrada", acrescentou o chefe da polícia.

Leia mais notícias em Mundo

A mulher procurou um hospital e descreveu o ataque e os médicos chamaram a polícia. O caso lembra o ataque sofrido por uma mulher de 23 anos estuprada tanto pelo motorista quanto pelo trocador em uma van em um subúrbio de Bangalore, no último dia 3 de outubro. Os dois acusados foram presos.

O violento ataque de uma gangue contra uma estudante em um ônibus em Nova Délhi, em 2012, ocasionou uma onda de revolta nacional contra a violência sofrida pelas mulheres. O caso levou a Índia a reformar as leis referentes a agressões sexuais, acelerando os julgamentos e ampliando as punições.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade