Publicidade

Estado de Minas

Patriarca ortodoxo Bartolomeu pede que se abram as portas aos migrantes

O encontro do patriarca com Francisco e com o arcebispo de Atenas e toda a Grécia "representa uma mensagem forte para todo o mundo"


postado em 15/04/2016 09:57

Roma, Itália - O patriarca ortodoxo de Constantinopla, Bartolomeu, pediu que sejam abertas ass portas aos migrantes e que não se diferencie entre os que migram por razões econômicas e os que pedem asilo, em entrevista concedida na véspera de sua visita a Lesbos junto ao papa Francisco.

O encontro do patriarca com Francisco e com o arcebispo de Atenas e toda a Grécia, Jerônimo, na ilha grega do Egeu oriental, porta de entrada dos migrantes na Europa, "representa uma mensagem forte para todo o mundo", declarou Bartolomeu ao jornal italiano Il Messaggero.

Leia mais notícias em Mundo

O patriarca recordou a tradição de hospitalidade dos cristãos, mencionando a epístola de São Paulo aos Hebreus: "Não esqueceis a hospitalidade porque, ao praticá-la, alguns sem sabê-lo, acolheram anjos".

O patriarca assegurou que compartilha da posição do papa Francisco, de não distinguir entre os migrantes econômicos que fogem da miséria e os que abandonam seu país fugindo da guerra.

"A economia globalizada cria uma série de crises de identidade no mundo contemporâneo, fome e miséria em inúmeras regiões de nosso planeta, e isso é uma ofensa a Deus", acrescentou.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade