Publicidade

Correio Braziliense

Twitter suspeita de interferência intencional em seu serviço na Turquia

"Não temos razões para pensar que estamos totalmente bloqueados na Turquia, mas suspeitamos que há uma desaceleração intencionada de nosso serviço no país", escreveu a rede social


postado em 15/07/2016 21:06

A rede social Twitter informou nesta sexta-feira (15/7) que suspeita que seu serviço está sendo intencionalmente prejudicada na Turquia, onde se desenrola uma tentativa de golpe de Estado.

"Não temos razões para pensar que estamos totalmente bloqueados na Turquia, mas suspeitamos que há uma desaceleração intencionada de nosso serviço no país", escreveu o Twitter em uma mensagem em sua conta oficial, @policy.

Leia mais notícias em Mundo

Um grupo de golpistas dentro das Forças Armadas turcas afirmou na noite desta sexta-feira ter tomado o poder na Turquia. Na rede de televisão pública foi difundido um comunicado das Forças Armadas que decretava lei marcial e toque de recolher em todo o país.

O chefe de Estado turco, Recep Tayyip Erdogan, apareceu rapidamente na televisão para denunciar uma tentativa de golpe de Estado de "uma minoria" no interior das Forças Armadas e pediu à população que saísse às ruas para resistir.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade