Publicidade

Estado de Minas

Correio e Embaixada dos EUA promovem debate sobre eleições americanas

Evento, aberto ao público, acontece na próxima quinta-feira (27/10), às 9h30 no auditório Hipólito José Costa, na sede do jornal, no SIG Quadra 2, lote 340


postado em 25/10/2016 06:00 / atualizado em 26/10/2016 13:07

(foto: Brendan Smialowski/AFP)
(foto: Brendan Smialowski/AFP)

A eleição presidencial norte-americana tem sido marcada pelo embate ferrenho de ideias entre os candidatos Donald Trump, do Partido Republicano, e Hillary Clinton, do Partido Democrata. Para ajudar a entender o processo, a Embaixada dos Estados Unidos no Brasil e o Correio promovem, na próxima quinta-feira (27/10), o debate “Eleições Presidenciais dos EUA 2016”, durante o qual serão discutidas a dinâmica da campanha e as perspectivas da política nacional e externa dos norte-americanos.

Os debatedores serão Penny Lee, representando os democratas, e David J. Kramer, defendendo os republicanos. O evento, aberto ao público, começa às 9h30 no auditório Hipólito José Costa, na sede do jornal, no SIG Quadra 2, lote 340.

 

As inscrições estão encerradas. A visita dos analistas faz parte de um programa da missão diplomática norte-americana no Brasil para promover o diálogo e o entendimento entre as duas nações. Kramer e Lee participam, hoje, de um debate com o mesmo formato no Rio de Janeiro.

Lee é estrategista política e de comunicação. Desde 2009, atua como conselheira sênior do Venn Strategies (LLC), um dos principais escritórios de relações governamentais e relações públicas de Washington. É formada em jornalismo e ciência política pela Baylor University, em Waco, Texas. Em sua carreira, prestou serviços de conselheira ao Partido Democrata por mais de seis anos.

 

Leia mais notícias em Mundo

 

Kramer é advogado e sócio do escritório Baird Holm, fundado em 1873 no estado de Nebraska. O jurista foi candidato ao Senado em 2006. Presidiu o Partido Republicano no estado e, por sete anos, foi membro do comitê nacional. Kramer é formado pela Loyola University, de Chicago, e pela Georgetown University, de Washington.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade