Publicidade

Estado de Minas

Obama alerta para aumento do 'nacionalismo bruto' no mundo

Presidente participou de uma entrevista coletiva com o premier grego, Alexis Tsipras, após discutir temas como vitória de Trump, Brexit e Marine Le Pen


postado em 15/11/2016 16:26 / atualizado em 15/11/2016 16:49

(foto: AFP / POOL / YORGOS KARAHALIS)
(foto: AFP / POOL / YORGOS KARAHALIS)
 
 
O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, alertou nesta terça-feira (15/11) para o perigo do "nacionalismo bruto", após o Brexit e a vitória de Donald Trump, e antes de várias eleições agendadas na Europa.

"Teremos que vigiar o aumento de uma espécie de nacionalismo bruto ou de identidade étnica ou de tribalismo que se constrói ao redor de um 'nós e eles'", disse Obama em Atenas, onde iniciou sua última viagem ao exterior.
 
 
O presidente participou de uma entrevista coletiva com o premier grego, Alexis Tsipras, após discutir temas como vitória de Trump, Brexit e Marine Le Pen.

Também pediu que "não se trace um paralelo" entre a presidente da Frente Nacional na França e a premier britânica, Theresa May, que defende uma política conservadora "mais tradicional".

Sobre a escolha de seu sucessor, Obama disse que, "às vezes, as pessoas têm apenas vontade de tentar alguma coisa para ver se isto pode mudar, e acredito que isso teve um papel importante" no resultado eleitoral.
 
Por France-Presse 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade