Publicidade

Correio Braziliense

Bélgica incrimina homem como dirigente de grupo terrorista em investigação

O acusado é irmão de Oussama Atar, que os investigadores suspeitam que coordenou a partir da Síria os ataques nas capitais francesa e belga


postado em 02/06/2017 12:43

A Bélgica acusou o irmão do suposto coordenador dos atentados jihadistas de Paris de novembro de 2015 e de Bruxelas, de março de 2016, de participar "como dirigente" em "atividades de um grupo terrorista", anunciou nesta sexta-feira a procuradoria federal belga.
 

O Ministério Público indicou que o belga Yassine Atar, de 30 anos, também foi acusado na quarta-feira de "assassinatos terroristas", no âmbito da investigação dos atentados de Paris. 

O acusado é irmão de Oussama Atar, que os investigadores suspeitam que coordenou a partir da Síria os ataques nas capitais francesa e belga.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade