Publicidade

Correio Braziliense

Autor de tiroteio em Washington era militante de esquerda

Residente do estado de Illinois, James Hodgkinson expressava no Facebook sua simpatia por Bernie Sanders, ex-candidato nas primárias democratas e líder da esquerda dos Estados Unidos


postado em 14/06/2017 13:28

O acusado de ter atirado nesta quarta-feira contra congressistas republicanos americanos que treinavam beisebol perto de Washington se chamava James Hodgkinson, um homem de 66 anos e militante de esquerda, informou a imprensa. Sua morte foi anunciada na televisão pelo presidente americano, Donald Trump.

Residente do estado de Illinois, James Hodgkinson expressava no Facebook sua simpatia por Bernie Sanders, ex-candidato nas primárias democratas e líder da esquerda dos Estados Unidos.

"Trump é um traidor. Trump destruiu a nossa democracia. Chegou a hora de destruir Trump e companhia", escreveu em março o suposto atirador em sua página no Facebook.

Suas fotos mostram um homem forte, de nariz achatado, barba e óculos escuros.

 

Leia mais notícias em Mundo

 

De acordo com a mesma página, James Hodgkinson era originário de Belleville, subúrbio de St. Louis. Segundo sua esposa, citada pela emissora ABC, o homem havia se mudado há dois meses para Alexandria, cidade do estado da Virgínia, onde o ataque aconteceu.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade