Publicidade

Correio Braziliense

Catar quer ser indenizado por 'bloqueio' dos vizinhos do Golfo

Eles pedem uma indenização de até 1 bilhão de dólares pelo bloqueio que ocorreu há cinco semanas


postado em 09/07/2017 13:11

O Catar anunciou, neste domingo (9), o estabelecimento de um comitê encarregado de reivindicar a seus vizinhos do Golfo indenizações de até 1 bilhão de dólares pelo bloqueio imposto há cinco semanas. 
 

Esse comitê vai tratar desde casos de grandes empresas, como a Qatar Airways, até os de estudantes expulsos dos países onde estavam matriculados em instituições de ensino, declarou o procurador-geral do Catar, Ali ben Fetais Al Marri, numa coletiva de imprensa em Doha.

"O comitê vai receber todas as reclamações procedentes do público, do privado e até particulares", indicou Marri. 

As potenciais demandas da Qatar Airways, dos bancos ou dos indivíduos vão ser tratadas localmente e diante de tribunais estrangeiros, explicou. 

A região do Golfe vive uma crise diplomática profunda desde que Arábia Saudita, Egito, Emirados Árabes Unidos e Barein romperam relações com Doha em 5 de junho. O grupo adotou sanções econômicas contra o emirado, que acusam de apoiar o terrorismo e de manter relações excessivamente estreitas com o Irã, o grande adversário da Arábia Saudita no Oriente Médio.

O Catar nega as acusações e se recusa a cumprir as 13 exigências da Arábia Saudita e de seus aliados para dar fim ao conflito.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade