Publicidade

Correio Braziliense

Papa Francisco coloca um aviso em sua porta: 'É proibido reclamar'

Com tom de brincadeira, a placa também alerta que "transgressores são sujeitos a uma síndrome de vitimismo com a consequente diminuição do tom de humor e da capacidade para resolver problemas"


postado em 14/07/2017 11:26

A placa foi presente do psicólogo Salvo Noé, autor de vários livros e cursos motivacionais(foto: AFP / Vatican Insider - La Stampa -14/7/2017)
A placa foi presente do psicólogo Salvo Noé, autor de vários livros e cursos motivacionais (foto: AFP / Vatican Insider - La Stampa -14/7/2017)
Um curioso aviso foi colocado na porta do quarto do papa Francisco na casa Santa Marta, no Vaticano, diz "É proibido reclamar", revelou nesta sexta-feira (14/7) o vaticanista do jornal La Stampa.

Trata-se de um presente dado por um psicólogo durante uma audiência-geral na Praça de São Pedro e que o Papa decidiu colocar na porta de seu quarto. Francisco está de férias e tem recebido vários amigos e sacerdotes em suas instalações particulares.


A história foi divulgado junto a uma foto da placa pelo vaticanista Andrea Tornielli na editoria Vatican Insider do La Stampa.

Com tom de brincadeira, a placa tambéam alerta que  "transgressores são sujeitos a uma síndrome de vitimismo com a consequente diminuição do tom de humor e da capacidade para resolver problemas". A placa foi presente do psicólogo Salvo Noé, autor de vários livros e cursos motivacionais.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade