Publicidade

Correio Braziliense

Novo incidente entre navios dos EUA e barcos do Irã é registrado no Golfo

Na terça-feira, um navio de patrulha da Marinha americana fez disparos de advertência contra um navio da Guarda Revolucionária iraniana


postado em 29/07/2017 10:16

Teerã - Um incidente foi registrado entre navios americanos e barcos iranianos no Golfo, após outro caso similar na terça-feira (1º/8), anunciou a Guarda Revolucionária do Irã em um comunicado.

De acordo com o texto, o incidente aconteceu na sexta-feira à tarde e envolveu o porta-aviões americano "Nimitz" e os navios que o acompanhavam, de um lado, e fragatas iranianas equipadas com mísseis, do outro.

"Às 16h locais (8h30 de Brasília) de sexta-feira, o porta-aviões 'Nimitz' e os navios americanos que o acompanhavam, e que estavam sendo vigiados por fragatas iranianas equipadas com mísseis na zona próxima ao campo petroleiro Ressalat (na região central do Golfo), fizeram decolar um helicóptero para aproximar-se dos barcos da Guarda Revolucionária", afirma o comunicado. 

O texto denuncia a atitude "de provocação e não profissional dos americanos", que lançaram advertências em direção às fragatas iranianas.

As fragatas iranianas "prosseguiram, no entanto, com sua missão, enquanto o porta-aviões americano e os navios que o acompanhavam abandonaram a região", completa o comunicado. 

Na terça-feira, um navio de patrulha da Marinha americana fez disparos de advertência contra um navio da Guarda Revolucionária iraniana que se aproximara a menos de 140 metros, indicou uma fonte do Departamento de Defesa dos Estados Unidos. 

Nos últimos meses foram registrados vários incidentes entre embarcações americanas e navios iranianos no Golfo. 

Em janeiro, o destróier americano "USS Mahan" fez um disparo de advertência após a aproximação de um navio da Guarda Revolucionária iraniana. 

As relações entre Estados Unidos e Irã se tornaram mais tensas desde a posse do presidente Donald Trump. Na terça-feira, o Congresso americano aprovou novas sanções contra Teerã.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade