Publicidade

Correio Braziliense

Diretor da OMS volta atrás sobre nomeação do presidente do Zimbábue

Robert Mugabe não será mais embaixador da boa vontade


postado em 22/10/2017 12:00

O diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS), Tedros Ghebreyesus, voltou atrás na decisão de nomear o presidente do Zimbábue, Robert Mugabe, ao posto de "embaixador da boa vontade", depois de a escolha ter resultado em críticas. 

Em comunicado neste domingo (22/10), ele disse que refletiu nos últimos dias, após líderes internacionais e especialistas em saúde terem expressado indignação e preocupação. "Como resultado, decidi anular a nomeação", relatou. Acrescentou que a decisão foi tomada tendo em vista o melhor para a OMS.
 

Na semana passada, o diretor tinha dito, em conferência no Uruguai sobre doenças não transmissíveis, que Mugabe havia aceitado ser embaixador da boa vontade. 

Mugabe, de 93 anos de idade, o chefe de Estado com mais idade do mundo, tem sido criticado por viajar para o exterior para tratamento médico, tendo em vista que a economia do Zimbábue desmorona e o sistema de saúde do país passa por deterioração. Mugabe também enfrenta sanções dos Estados Unidos em razão de abusos de direitos humanos do seu governo.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade