Publicidade

Correio Braziliense

Oito pessoas detidas em investigação do assassinato de jornalista em Malta

Caruana Galizia, de 53 anos, foi assassinada em 17 de outubro na explosão de uma bomba colocada sob seu automóvel


postado em 04/12/2017 09:41

Valetta, Malta - Oito pessoas foram detidas em Malta na investigação do assassinato da jornalista e blogueira especializada no combate à corrupção Daphne Caruana Galizia, anunciou nesta segunda-feira (4/12) o primeiro-ministro do país, Joseph Muscat.

Caruana Galizia, de 53 anos, foi assassinada em 17 de outubro na explosão de uma bomba colocada sob seu automóvel.

A jornalista revelou alguns dos aspectos mais sombrios da política maltesa e criticou o primeiro-ministro, o trabalhista Joseph Muscat, que foi o líder da oposição até recentemente.

Os oito detidos têm nacionalidade maltesa.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade