Publicidade

Correio Braziliense

Atentado suicida deixa 19 mortos na Nigéria

Além dos mortos, 22 dos 70 feridos se encontram em estado crítico


postado em 17/02/2018 11:24

Pelo menos 19 pessoas morreram em um ataque suicida cometido em um mercado de peixes na Nigéria, um triplo atentado atribuído ao Boko Haram - afirmou, neste sábado (17/2), uma milícia que luta contra esse grupo islamita.

Segundo um dos chefes dessas milícias, Babakura Kolo, o atentado aconteceu ontem, por volta das 20h30 locais (17h30, horário de Brasília), em Konduga, no nordeste do país. A localidade fica a 35 quilômetros de Maiduguri, capital do estado de Borno.

De acordo com Babakura Kolo e Musa Ari - duas lideranças da milícia que luta, ao lado do Exército, contra o grupo extremista nigeriano -, os suicidas eram homens.

"Temos 19 mortos e cerca de 70 feridos. Dois deles atacaram o mercado de peixe Tashan Kifi e, quatro minutos depois, um terceiro agiu perto dali", declarou Kolo. "As vítimas são 18 civis e um soldado", completou.

Tashan Kifi é um lugar que funciona de restaurante, de mercado e de lazer para os moradores.

Segundo Musa Ari, 22 dos 70 feridos se encontram em estado crítico. "Não tem nenhuma dúvida sobre quem está por trás disso: Boko Haram atacou Konduga em várias ocasiões", acrescentou.

O Exército e a Polícia do estado de Borno, epicentro de uma rebelião sangrenta do Boko Haram, ainda não reagiram. O conflito deixou mais de 20.000 mortos e 2,6 milhões de deslocados desde 2009.

As Forças Armadas e o governo da Nigéria anunciaram várias vezes que os extremistas estavam muito perto de serem derrotados. Eles continuam, porém, cometendo atentados suicidas e ataques em aldeias isoladas, ou na periferia de grandes cidades.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade