Publicidade

Correio Braziliense

Ainda é cedo para cúpula com Pyongyang, diz presidente sul-coreano

No último sábado, Kim Yo-jong transmitiu oficialmente ao presidente sul-coreano um convite do líder norte-coreano para que visite Pyongyang


postado em 17/02/2018 11:46 / atualizado em 17/02/2018 11:52

(foto: AFP/ARIS MESSINIS)
(foto: AFP/ARIS MESSINIS)
Ainda é muito cedo para considerar uma cúpula com a Coreia do Norte, apesar da aproximação propiciada pelos Jogos Olímpicos de Inverno - considerou o presidente sul-coreano, Moon Jae-in, neste sábado (17/2).

"Há grandes esperanças para uma cúpula Norte-Sul, mas creio que seja um pouco precipitado", declarou o presidente aos jornalistas em Pyeongchang, durante uma visita ao centro de imprensa.

O líder norte-coreano, Kim Jong-un, fez uma ofensiva diplomática de seu regime isolado, durante os jogos de Pyeongchang, enviando sua irmã Kim Yo-jong, primeira da dinastia a pisar em solo sul-coreano desde o fim da Guerra da Coreia.

No último sábado (10), Kim Yo-jong transmitiu oficialmente ao presidente sul-coreano um convite do líder norte-coreano para que visite Pyongyang.

Segundo os analistas, essa estratégia de aproximação busca perturbar as relações entre Seul e Washington, assim como enfraquecer a determinação da comunidade internacional.
 
Na véspera da cerimônia de abertura dos Jogos, Pyongyang organizou um desfile militar para celebrar o 70º aniversário de seu Exército, em 8 de fevereiro, em vez de 25 de abril. Nele, foram exibidos mísseis balísticos intercontinentais.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade