Publicidade

Correio Braziliense

Incêndio no centro da Inglaterra deixa cinco mortos e quatro feridos

A explosão aconteceu em um edifício de dois andares, em Leicester, no domingo (24/2) à noite


postado em 26/02/2018 12:47

O prédio de dois andares, em Leicester, era parte comercial e parte residencial(foto: Graeme Hudson/ AFP)
O prédio de dois andares, em Leicester, era parte comercial e parte residencial (foto: Graeme Hudson/ AFP)
London, Reino Unido - As equipes de resgate recuperaram nesta segunda-feira (25/2) mais um corpo dos escombros do edifício que explodiu no domingo (24/2) à noite em Leicester, elevando a cinco o número de mortos neste incidente que ainda não foi esclarecido.

Após ter anunciado quatro mortes no início da manhã, a polícia desta cidade do centro da Inglaterra informou a quinta vítima no início da tarde.

Outras quatro pessoas foram hospitalizadas, uma delas com ferimentos graves.

Muitas pessoas seguem desaparecidas, mas as operações de busca por sobreviventes foram suspensas em razão dos temores ligados à estrutura de um prédio vizinho, explicou a polícia.


Os vizinhos afirmaram que suas casas tremeram em consequência da força da explosão, que provocou um incêndio que destruiu a loja que ficava no andar térreo do imóvel e os dois andares acima.

"Quando o local for considerado seguro, os serviços de emergência começarão a examinar as circunstâncias do incidente", disse O'Neill.

A polícia afirmou que não há indício até o momento de que a explosão tenha vínculo com uma atividade terrorista.

Os bombeiros trabalharam durante toda a noite para controlar o incêndio. A explosão aconteceu às 19H00 locais (16H00 de Brasília).

"Foi muito assustador", declarou Graeme Hudson, morador de Leicester.

"Moro a cinco minutos (...) mas minha casa foi abalada. Saí e vi muita fumaça e chamas muito altas", completou.

"Todo um lado do prédio explodiu literalmente", descreveu Tahir Khan.

No local, as equipes trabalhavam para limpar os escombros e ainda lutavam contra focos de incêndio no subssolo, indicou Matt Cane, chefe dos bombeiros.

"Temos um grande número de equipes de busca e resgate especializado, que contam com o apoio de cães farejadores", explicou.

"São notícias muito tristes", tuitou no domingo à noite a deputado trabalhista Liz Kendall, enquanto o presidente do Partido conservador e secretário de Estado Brandon Lewis transmitiu "seus pensamentos" a todas as pessoas afetadas.

O fornecimento de energia elétrica de um certo número de apartamentos foi cortado e um perímetro de segurança foi estabelecido, mas nenhum prédio vizinho precisou ser evacuado.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade