Publicidade

Correio Braziliense

EUA: Apresentação de mísseis mostra que Rússia viola tratados de armas

Os Estados Unidos acusaram a Rússia de violar o tratado INF e, enquanto estão modernizando seu próprio arsenal nuclear, dizem que continuam em conformidade com os termos do acordo da Guerra Fria


postado em 01/03/2018 18:15

Washington, Estados Unidos - A apresentação do presidente russo, Vladimir Putin, de novos mísseis no arsenal nuclear da Rússia foi irresponsável e prova que Moscou está violando os tratados de controle de armas, disseram os Estados Unidos nesta quinta-feira (1/3). 

A porta-voz do Departamento de Estado, Heather Nauert, também condenou o uso do líder do Kremlin, durante um discurso, de uma animação que representa mísseis atingindo os Estados Unidos para apresentar a nova tecnologia. 

"Isso é algo que certamente não gostamos de assistir. Nós não consideramos isso como o comportamento de um ator internacional responsável", disse a repórteres. "O presidente Putin confirmou o que o governo dos Estados Unidos sabia há muito tempo, mas que a Rússia negava antes disso", declarou. 

"A Rússia vem desenvolvendo sistemas de armas desestabilizadores por mais de uma década, em violação direta de suas obrigações contratuais". Especificamente, Nauert disse que Moscou provou estar em violação do Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermediário (INF) de 1987, por meio do desenvolvimento de mísseis de cruzeiro lançados do solo. 

Os Estados Unidos acusaram a Rússia de violar o tratado INF e, enquanto estão modernizando seu próprio arsenal nuclear, dizem que continuam em conformidade com os termos do acordo da Guerra Fria.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade