Publicidade

Correio Braziliense

Ataques turcos matam 36 combatentes pró-regime em reduto de Afrin

Além disso, 149 civis morreram no reduto de Afrin


postado em 03/03/2018 12:07

Beirute - Ao menos 36 combatentes das forças pró-regime morreram neste sábado (3/3) a ONG Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).  

Os ataques contra a localidade de Kfar Janna mataram 36 combatentes, no terceiro bombardeio contra as posições dessas forças em 48 horas.

Com isso, já são 54 combatentes das forças favoráveis ao regime de Damasco que morreram em bombardeios curdos.

Estes combatentes fazem parte das forças que começaram a apoiar em fevereiro as Unidades de Proteção do Povo (YPG), principal milícia curda da Síria, que a Turquia tenta expulsar de sua fronteira com uma ofensiva lançada em 20 de janeiro.

Cerca de 25o combatentes que apoiam as forças turcas, e 281 membros das forças curdas morreram desde o início da operação, segundo a ONG. Além disso, 149 civis morreram no reduto de Afrin.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade