Publicidade

Correio Braziliense

Opositores pedem para governo da Venezuela revelar paradeiro de deputado

Líderes da formação e parentes pediram "uma prova de vida"


postado em 04/03/2018 18:44

Caracas - Dirigentes opositores exigiram que o governo venezuelano revele o paradeiro do deputado preso Gilber Caro. Segundo relatório da imprensa, ele foi transferido devido a planos de fuga. 

"Não sabemos nada (...), está há mais de 48 horas desaparecido", denunciou no Twitter neste domingo (4/3) o partido Voluntad Popular, do líder opositor em prisão domiciliar Leopoldo López.

Líderes da formação e parentes pediram "uma prova de vida". O jornal regional La Prensa de Lara publicou que o legislador havia sido transferido na madrugada de sexta-feira da prisão de Tocuyito (estado de Carabobo, norte) para uma prisão em Fénix (estado de Lara, oeste) devido a um suposto plano de fugir. 

Nenhuma autoridade se referiu ao caso, mas uma fotografia de Caro com uma edição de sexta-feira desse jornal circula pelas redes sociais.

O deputado foi preso em 11 de janeiro de 2017 por agentes de inteligência, acusado de planejar "ações terroristas" contra o governo. Sua defesa garante que ele sofre de problemas de saúde. 

"É urgente que se informe para onde foi transferido", pediu neste sábado no Twitter o secretário-geral da Organização de Estados Americanos (OEA), Luis Almagro, duro crítico de Maduro.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade