Publicidade

Correio Braziliense

Canadá e México ficarão isentos de tarifas com novo Nafta, diz secretário

Enquanto os ministros dos três países norte-americanos encerravam dois dias de diálogos na capital mexicana, Trump sugeriu que os dois vizinhos só serão aliviados das tarifas se fizerem concessões na mesa de negociações do Nafta


postado em 06/03/2018 19:26

Washington, Estados Unidos - O secretário de Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin, disse nesta terça-feira que, quando for assinado o novo Nafta, Canadá e México estarão isentos das tarifas às importações de aço e alumínio que o presidente Donald Trump decidiu aplicar. 

"No caso de Canadá e México, nosso objetivo é tem um novo Nafta, e uma vez que o fizermos (...) as tarifas não se aplicarão a eles", disse Mnuchin a uma subcomissão da Câmara de Representantes.

Mnuchin se disse "cautelosamente optimista" em selar um novo Acordo de Livre-Comércio da América do Norte (Nafta), que está sendo revisado a pedido de Trump desde agosto passado. "À medida em que alcancemos nosso objetivo de renegociar o Nafta, que é a prioridade, Canadá e México estarão isentos dessas tarifas", garantiu Mnuchin. 

Contudo, tudo indica que os dois países enfrentarão tarifas sobre suas exportações de metais, pelo menos durante algum tempo, dado que as sanções estão previstas para esta semana e a última rodada de renegociação do Nafta acabou na segunda-feira, sem um acordo iminente. 

Enquanto os ministros dos três países norte-americanos encerravam dois dias de diálogos na capital mexicana, Trump sugeriu que os dois vizinhos só serão aliviados das tarifas se fizerem concessões na mesa de negociações do Nafta. "Não vamos recuar. Haverá tarifas ao aço para Canadá e México", disse à imprensa. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade