Publicidade

Correio Braziliense

Reino Unido diz que UE usa "linguagem de gangue" para fazer ameaças

Durante uma conferência, o secretário do Comércio Exterior do Reino Unido defendeu que, quando se trata do Brexit, o bloco europeu deve se concentrar em questões econômicas


postado em 08/03/2018 10:40

(foto: DANIEL LEAL-OLIVAS / AFP)
(foto: DANIEL LEAL-OLIVAS / AFP)
Reino Unido - O secretário do Comércio Exterior do Reino Unido, Liam Fox, afirmou que as advertências sobre o risco de um "buraco negro econômico" quando o país deixar a União Europeia equivalem à "linguagem de uma gangue". Um dia após a UE publicar um rascunho das diretrizes para as negociações comerciais com Londres, Fox defendeu que o Reino Unido e a UE se concentram em questões econômicas, não políticas.

Fox argumentou que as declarações sobre prejudicar os britânicos por sua decisão de deixar a UE são contraproducentes para todos os lados. "A ideia de punir o Reino Unido não é a linguagem de um clube, é a linguagem de uma gangue", afirmou ele, durante a conferência anual da Câmara Britânica de Comércio. Segundo ele, a racionalidade e o bom senso devem prevalecer e a temperatura das discussões deve abaixar.

A autoridade disse ainda que qualquer acordo que acabe com tarifas ao comércio entre a UE e o país seria prejudicial para empresas e consumidores. Segundo ele, porém, há grandes benefícios em abandonar o bloco, "nesta era de globalização". "Nós não podemos deixar as práticas e padrões do passado limitarem as oportunidades do futuro", argumentou. Fonte: Associated Press.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade