Publicidade

Correio Braziliense

Peruano é condenado à morte no Japão pelo assassinato de seis pessoas

Ele é acusado de esfaquear até a morte uma mulher de 41 anos e suas duas filhas, de 10 e sete anos, um casal com pouco mais de 50 anos e uma idosa de 84 anos no bairro de Kumagay


postado em 09/03/2018 07:52

Tokyo, Japão - O peruano Vayron Jonathan Nakada Ludena, 32 anos, foi condenado à morte nesta sexta-feira no Japão pelo assassinato de seis pessoas em Tóquio em 2015, anunciou o tribunal de Saitama.

Nakada Luden foi detido em 2015, depois que seis cadáveres foram encontrados em um bairro residencial de Tóquio.

A polícia o acusou de esfaquear até a morte uma mulher de 41 anos e suas duas filhas, de 10 e sete anos, um casal com pouco mais de 50 anos e uma idosa de 84 anos no bairro de Kumagay, ao nordeste de Tóquio.

Ao que parece, Nakada sofreu um surto violento depois de fugir de uma delegacia na qual era interrogado pela suspeita de invadir casas no mesmo bairro.

Os advogados de defesa alegaram que o cliente sofria de esquizofrenia e não poderia ser julgado.

O condenado é irmão de Pablo Nakada Ludena, conhecido no Peru como "Apóstolo da Morte" por ter assassinado 25 pessoas entre 2000 e 2006.

Pablo Nakada Ludena, que sofre de esquizofrenia paranoica e está detido em um hospital psiquiátrico de Lima desde 2007, tentou cometer suicídio.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade