Publicidade

Correio Braziliense

Putin não se preocupa com alegada interferência russa nas eleições dos EUA

O presidente russo foi questionado se aprovou a interferência de 13 cidadãos russos e três empresas russas descritas em uma acusação


postado em 10/03/2018 10:59

(foto: AFP / SPUTNIK / Alexei Druzhinin )
(foto: AFP / SPUTNIK / Alexei Druzhinin )

 

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, afirmou que não se preocupa com a alegada interferência russa na eleição presidencial dos EUA porque as ações não foram ligadas ao seu governo.

Em entrevista à rede de TV norte-americana NBC, o presidente russo foi questionado se aprovou a interferência de 13 cidadãos russos e três empresas russas descritas em uma acusação dos EUA.

"Não me importo, porque eles não representam o governo", disse, de acordo com a transcrição da entrevista publicada neste sábado pelo Kremlin.

"Talvez eles nem sejam russos, mas ucranianos, tártaros ou judeus, mas com cidadania russa, que também deve ser verificada; talvez tenham dupla cidadania de um green card; talvez os EUA pagaram eles por isso. Como você pode saber? Eu também não sei", disse.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade