Publicidade

Correio Braziliense

Trump reclama de caça às bruxas, após EUA negar demissão de procurador

No fim de semana, Trump questionou o fato de a equipe de Mueller ter supostamente "13 fortemente democratas", alguns próximos a Hillary, e nenhum republicano


postado em 19/03/2018 15:30

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump (foto: Brendan Smialowski/ AFP )
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump (foto: Brendan Smialowski/ AFP )


O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, usou o Twitter na manhã desta segunda-feira (19/3), aparentemente voltando ao assunto da investigação de suposta interferência da Rússia na última eleição dos Estados Unidos. "Uma total caça às bruxas, com grandes conflitos de interesse!", escreveu o líder americano

Ontem, Trump divulgou uma série de tuítes sobre o assunto. No fim do domingo, o advogado da Casa Branca Ty Cobb publicou comunicado, segundo o qual o presidente não pretende demitir o conselheiro especial Robert Mueller, procurador encarregado de investigar o assunto da suposta interferência de Moscou na disputa vencida por Trump contra a democrata Hillary Clinton.

No fim de semana, Trump questionou o fato de a equipe de Mueller ter supostamente "13 fortemente democratas", alguns próximos a Hillary, e nenhum republicano. No domingo, membros do Congresso, entre eles alguns importantes republicanos, disseram que o presidente não deveria demitir Mueller. "Se ele tentar fazer isso, seria o começo do fim de sua presidência", afirmou o senador Lindsey Graham, republicano e aliado de Trump.


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade