Publicidade

Correio Braziliense

Espanha rejeita plano de separatistas para eleger líder da Catalunha

O secretário de Estado para administração territorial, Roberto Bermúdez de Castro, afirmou que a votação desta quinta-feira em Barcelona é apenas mais uma trama na frustrada tentativa regional de ganhar independência


postado em 22/03/2018 14:20

O governo espanhol do premiê Mariano Rajoy rejeitou um plano dos separatistas no Parlamento regional da Catalunha para eleger um importante político a favor da secessão, Jordi Turull, como presidente catalão.

O secretário de Estado para administração territorial, Roberto Bermúdez de Castro, afirmou que a votação desta quinta-feira em Barcelona é apenas mais uma trama na frustrada tentativa regional de ganhar independência. Ele disse ao Senado espanhol que o governo se oporá à eleição de qualquer candidato com problemas legais. Turull está entre as ex-autoridades que podem ser acusadas por rebelião por causa da fracassada tentativa do Parlamento regional de se separar do restante da Espanha no ano passado.

Um juiz da Suprema Corte que monitora a investigação sobre o episódio planeja anunciar acusações formais nesta sexta-feira (23/3). 

Turull é o terceiro candidato proposto pelos deputados favoráveis à independência desde a eleição de dezembro. O governo central administra a Catalunha a partir de Madri.  

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade