Publicidade

Correio Braziliense

Bombardeios russos matam 37 civis na Síria, denuncia ONG

Os ataques aéreos aconteceram em Arbin, um dos últimos redutos rebeldes de Guta Oriental


postado em 23/03/2018 09:12

Beirute, Líbano - Trinta e sete civis morreram na quinta-feira (22/3) à noite em ataques aéreos russos na região de Arbin, um dos últimos redutos rebeldes de Ghuta Oriental, perto de Damasco, afirmou nesta sexta-feira a ONG Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

"Ataques aéreos russos e bombas incendiárias mataram civis refugiados em um porão, vítimas de queimaduras ou asfixia", afirmou Rami Abdel Rahman, diretor do OSDH. 

Os bombardeios aconteceram antes da entrada em vigor, à meia-noite local, de uma trégua com o grupo islamita que domina o bastião sul de Ghuta, cenário do ataque.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade