Publicidade

Correio Braziliense

Papa homenageia policial francês que morreu após atentado em supermercado

O pontífice expressou tristeza e solidariedade aos feridos e suas famílias, assim como a todos os afetados pelo ataque islamita no sul da França


postado em 26/03/2018 13:11 / atualizado em 26/03/2018 13:27

(foto: Tiziana Fabi / AFP)
(foto: Tiziana Fabi / AFP)
Cidade do Vaticano, Santa Sé -
O papa Francisco homenageou nesta segunda-feira (26/3) o policial herói francês que faleceu após o atentado islamita no sul da França e condenou os atos de "violência cega que provocam tanto sofrimento".

Em um telegrama enviado ao arcebispo de Carcassonne e Narbonne, monsenhor Alain Planet, o pontífice expressa tristeza e solidariedade aos feridos e suas famílias, assim como a todos os afetados pelo ataque islamita de sexta-feira no sul da França.

"Saúdo particularmente o gesto generoso e heroico do tenente-coronel Arnaud Beltrame, que deu sua vida para proteger as pessoas", escreveu o papa ao prestar homenagem ao policial que se ofereceu voluntariamente como refém durante o ataque e que faleceu no sábado, o que elevou o balanço do ataque a quatro mortos.

Na mensagem, Francisco volta a condenar os "atos de violência cega que provocam  tanto sofrimento".

A França permanece em alerta após uma série de atentados desde o ataque contra a redação da revista satírica Charlie Hebdo em janeiro de 2015, que deixou 12 mortos.

As autoridades temem novos atentados apesar do aumento das medidas de segurança do governo, que incluem a mobilização de 10.000 militares nas ruas, estações de transportes e locais turísticos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade