Publicidade

Correio Braziliense

Governador russo renuncia após incêndio devastador em shopping

O presidente russo Vladimir Putin aceitou a renúncia de Tuleyev, informou o Kremlin


postado em 01/04/2018 11:59

(foto: Dmitry Serebryakov/AFP)
(foto: Dmitry Serebryakov/AFP)

 
Moscou, Rússia - O governador da região de Kemerovo, na Sibéria ocidental, Aman Tuleyev, anunciou neste domingo sua renúncia, uma semana depois do incêndio em um shopping center que matou 64 pessoas, em sua maioria crianças.

O presidente russo Vladimir Putin aceitou a renúncia de Tuleyev, informou o Kremlin.

Aman Tuleyev anunciou no início da manhã o envio da carta de demissão. "Apresentei minha carta de demissão ao presidente Vladimir Putin", afirmou em um vídeo de três minutos divulgado por seu gabinete.

Uma eleição para definir o novo governador da região de Kemerovo será organizada em setembro. 

Tuleyev, 73 anos, que governava desde 1997 esta região rica em minas de carvão, afirmou que não poderia continuar na função com "uma carga tão pesada" e acrescentou que a renúncia é "a única opção correta".

Ao menos 64 pessoas, incluindo 41 crianças, morreram no incêndio que destruiu um shopping center da cidade de Kemerovo no domingo passado. A tragédia provocou uma grande comoção na Rússia.

Os parentes de muitas vítimas afirmaram que as mortes foram provocadas pela inércia dos bombeiros e da polícia, pela falta de recursos e formação necessárias.

Tuleyev foi muito criticado por não ter visitado o local da tragédia nos primeiros dias após o incêndio e por não ter se encontrado com as famílias enlutadas.

Em um primeiro momento, Putin havia rejeitado a destituição do governador, apesar dos protestos na cidade.

As autoridades russas afirmaram que várias normas de segurança foram desrespeitadas, o alarme de combate a incêndios não funcionava e os funcionários não seguiram os protocolos de emergência.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade