Publicidade

Correio Braziliense

Morre ex-ditador guatemalteco Ríos Montt acusado de genocídio

Ríos Montt morreu em sua residência em decorrência de um infarto


postado em 01/04/2018 14:50

Cidade da Guatemala, Guatemala - O ex-ditador guatemalteco Efraín Ríos Montt, que governou com mão de ferro entre 1982-83 e que foi acusado de genocídio de indígenas, morreu neste domingo aos 91 anos, informaram fontes próximas à família.

Ríos Montt morreu em sua residência em decorrência de um infarto, confirmou a jornalistas um dos advogados que defendeu o ex-ditador durante o julgamento por genocídio e é próximo à família, Jaime Hernández.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade