Publicidade

Correio Braziliense

Polícia investiga tiros na sede do Youtube na Califórnia

Empregados da plataforma de vídeos descreveram no Twitter que havia correria e barricadas nas instalações da empresa, que pertence ao Google


postado em 03/04/2018 17:48 / atualizado em 03/04/2018 17:59

(foto: Reprodução Vídeo/Twitter)
(foto: Reprodução Vídeo/Twitter)

 
Segundo informações de diversos órgãos de imprensa americanos, incluindo a revista "The Hollywood Reporter", um atirador entrou na sede do YouTube, em San Bruno, na Califórnia na tarde desta terça-feira (3/4). 

A polícia confirmou que atendeu chamado relacionado a um tiroteio no local. Além de viaturas da polícia, carros do Corpo de Bombeiros também foram mandados para o endereço da sede do YouTube. As instituições pediram que a população evitasse passar pelo local.  

Empregados do YouTube descreveram no Twitter que havia tiros sendo disparados no prédio, a pessoas correndo e barricadas nas instalações. Alguns tuitaram também que já estavam a salvo e passando bem.  
  
 
 
 
 
A polícia de San Bruno twittou dizendo: "se trata de um atirador. Por favor fiquem afastados da Cherry Avenida e Bay Hill Drive. 
 
 

Ainda não há mais informações a respeito da natureza do ataque.

Os Estados Unidos estão experimentando uma nova cruzada pelo controle da venda de armas, conduzida por estudantes, após o massacre de 17 alunos de uma escola na Flórida, no último dia 14 de fevereiro. O lançamento da campanha pelo controle de armas ganhou dimensão nacional, apoio de diversas personalidades e teve uma gigantesca manifestação no último dia 24 de março, com passeatas simultâneas em diversas cidades americanas, na ação March For Our Lives.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade