Publicidade

Correio Braziliense

Reino Unido pede que Rússia não bloqueie investigação sobre ataque na Síria

Segundo Johnson, as forças do regime do presidente Bashar al-Assad usaram gás venenoso em pelo menos quatro ataques desde 2014


postado em 08/04/2018 12:39

O ministro de relações exteriores do Reino Unido, Boris Johnson, chamou os relatos de um ataque químico na Síria de "extremamente perturbadores" e alertou à Rússia para que não tente bloquear uma investigação internacional.

"Os responsáveis pelo uso de armas químicas perderam toda a sua integridade moral e precisam ser punidos", disse Johnson, que reiterou apoio a uma investigação da Organização pela Proibição de Armas Químicas.


O Reino Unido e a Rússia estão envolvidos numa disputa diplomática devido ao envenenamento do ex-agente duplo Sergei Skripal e sua filha, Yulia. Os britânicos acusam a Rússia de uso de arma química. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade