Publicidade

Correio Braziliense

Queda de avião militar mata 257 pessoas, no pior desastre aéreo da Argélia

O ministério da Defesa atribuiu o acidente às más condições meteorológicas


postado em 11/04/2018 06:27 / atualizado em 11/04/2018 11:35

O Ministério da Defesa informou que já foi apontada uma comissão para investigar as causas do acidente(foto: Ryad Kramdi/AFP )
O Ministério da Defesa informou que já foi apontada uma comissão para investigar as causas do acidente (foto: Ryad Kramdi/AFP )
  
Argel, Argélia - Pelo menos 257 pessoas morreram na queda de um avião militar da Argélia nas proximidades da capital, Argel, na manhã desta quarta-feira (11/4), informou o Ministério da Defesa do país. Trata-se do acidente aéreo mais mortífero da história desse país do norte da África.

O órgão afirmou ainda que entre os mortos há militares e seus familiares, além de dez tripulantes. O avião caiu em um campo pouco após partir da base aérea militar Boufarik, a sudoeste da capital, segundo a informação oficial. A aeronave seguiria para Bechar, ainda na Argélia, mas perto da fronteira com o Marrocos, com uma parada prevista em Tindouf, informaram os militares argelinos.

Não estava ainda claro o que havia causado o acidente nem qual era o propósito do voo. A princípio, o ministério da Defesa atribuiu o acidente às más condições meteorológicas. A agência estatal argelina informou que o avião era um Ilyushin Il-76, fabricado na Rússia.
 
Ver galeria . 4 Fotos A queda de um avião militar da Argélia nas proximidades da capital, ArgelHASAN MROUE, RYAD KRAMDI/AFP
A queda de um avião militar da Argélia nas proximidades da capital, Argel (foto: HASAN MROUE, RYAD KRAMDI/AFP )

 
O Ministério da Defesa informou que já foi apontada uma comissão para investigar as causas do acidente. O número de mortos é bem maior que tinha sido divulgado mais cedo. De acordo com uma fonte, que pediu anonimato, o avião de transporte Ilyushin II-76 tinha capacidade para 120 passageiros. 
 
A aeronave caiu em um campo muito próximo à base. Dezenas de ambulâncias e veículos do corpo de bombeiros foram enviados para o local da tragédia. Os canais de televisão local exibem imagens do avião em chamas. O ministério da Defesa atribuiu o acidente às más condições meteorológicas.

Queda em 2014 

Em fevereiro de 2014, 77 pessoas - militares e seus parentes - morreram na queda de um Hercules C-130 do exército argelino a 500 km da capital Argel. 
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade