Publicidade

Correio Braziliense

Autor confesso do massacre da Flórida quer doar herança a suas vítimas

O jovem de 19 anos foi acusado, no mês passado, de 17 homicídios premeditados e 17 tentativas de homicídio


postado em 11/04/2018 19:00

Nikolas Cruz (foto: AFP PHOTO / BROWARD COUNTY SHERIFF'S OFFICE/HANDOUT )
Nikolas Cruz (foto: AFP PHOTO / BROWARD COUNTY SHERIFF'S OFFICE/HANDOUT )

 

O autor confesso do massacre de Parkland, Nikolas Cruz, quer doar sua herança às vítimas e familiares do próprio ataque, informaram nesta quarta-feira seus advogados na Flórida.

O jovem de 19 anos foi acusado, no mês passado, de 17 homicídios premeditados e 17 tentativas de homicídio, pelo ataque ocorrido no dia 14 de fevereiro na escola Marjory Stoneman Douglas.

Na audiência desta quarta-feira, a juíza do condado de Broward, Elizabeth Scherer, deveria determinar se Cruz - até agora representado por defensores públicos - é capaz de pagar a própria defesa.

Os advogados do acusado ainda não puderam determinar o valor total de sua herança, cuja mãe faleceu em novembro passado.

"Cruz não quer este dinheiro, qualquer que seja o valor", declarou sua advogada Melisa McNeill. "Ele deseja que este dinheiro seja entregue a uma organização escolhida pelas famílias das vítimas".

(foto: Joe Raedle/Getty Images/AFP)
(foto: Joe Raedle/Getty Images/AFP)

 

O atirador, que chegou ao tribunal de Fort Lauderdale com os pés e as mãos algemados, se manteve calado e com o olhar fixo para baixo.

"Permita que (o dinheiro) vá para os que ficaram feridos, ponto", disse outro advogado da defesa, Howard Finkelstein, à juíza.

Os advogados revelaram algumas posses de Cruz, que tem 24 ações da Microsoft, avaliadas em 2.200 dólares, e um prêmio de seguro de vida da mãe de 25 mil dólares.

A promotoria pede a pena de morte para Cruz.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade