Publicidade

Correio Braziliense

Síria alerta países ocidentais que se defenderá se for atacada

"Isso não é uma ameaça. Isso é uma promessa", declarou o embaixador sírio Bashar Jaafari


postado em 13/04/2018 16:06 / atualizado em 13/04/2018 16:19

Representante Permanente da República Árabe da Síria para as Nações Unidas, Bashar Jaafari fala durante uma reunião do Conselho de Segurança da ONU (foto: AFP / HECTOR RETAMAL )
Representante Permanente da República Árabe da Síria para as Nações Unidas, Bashar Jaafari fala durante uma reunião do Conselho de Segurança da ONU (foto: AFP / HECTOR RETAMAL )

A Síria alertou nesta sexta-feira nas nas Nações Unidas que não terá outra opção a não ser se defender se os países ocidentais lançarem uma ação militar. "Isso não é uma ameaça. Isso é uma promessa", declarou o embaixador sírio Bashar Jaafari ante o Conselho de Segurança da ONU.

As crescentes tensões entre as potências mundiais podem levar a uma importante "escalada militar" na Síria, também alertou nesta sexta o secretário-geral da ONU, Antonio Guterres.

O chefe da ONU pediu aos membros do Conselho de Segurança que "atuem com responsabilidade nessas circunstâncias perigosas". "O aumento das tensões e a incapacidade de encontrar um compromisso para estabelecer um mecanismo de investigação ameaçam levar a uma escalada militar total", disse ele em uma reunião do Conselho de Segurança convocada por Moscou.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade