Publicidade

Correio Braziliense

Jornalista investigativo morre ao cair de uma varanda na Rússia

Maxim Borodin escreveu sobre a presença de mercenários na Síria e morreu ao cair da varanda de seu apartamento, nesse domingo (15/4)


postado em 16/04/2018 11:15

(foto: Reprodução/ Facebook)
(foto: Reprodução/ Facebook)
Um jornalista investigativo, que escreveu, entre outros assuntos, sobre a presença de mercenários na Síria, morreu ao cair da varanda de seu apartamento, informaram os investigadores, que não acharam elementos suspeitos nesta morte.

Maxim Borodin morreu no domingo (15/4), em um hospital de Ekaterimburgo, nos Urais, devido aos ferimentos da queda, segundo as agências de notícias russas.

Borodin trabalhava para o jornal Novyi Dien e informou recentemente sobre a morte de mercenários russos na Síria, empregados de uma empresa militar privada conhecida como "Grupo Wagner". 

Escrevia regularmente sobre corrupção e o crime organizado.

O representante para a liberdade dos meios de comunicação para a Organização de Segurança e Cooperação da Europa (OSCE), Harlem Desir, afirmou que a morte de Borodin é muito preocupante.

Segundo o Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ), uma organização com sede em Nova York, 58 jornalistas foram assassinados na Rússia desde 1992.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade