Publicidade

Correio Braziliense

Trump diz que tem poder para se perdoar, mas que não fez nada errado

Trump disse que está analisando a concessão de uma série de perdões, incluindo um perdão póstumo para a lenda do boxe, Mohammad Ali, mas não para si mesmo


postado em 08/06/2018 12:47


 
Washington, Estados Unidos - O presidente Donald Trump afirmou nesta sexta-feira que não se encontra acima da lei, mas que tem todo o direito de perdoar a si mesmo, repetindo uma colocação feita anteriormente.

Trump disse que está analisando a concessão de uma série de perdões, incluindo um perdão póstumo para a lenda do boxe, Mohammad Ali, mas não para si mesmo.

"Não estou acima da lei. Nunca quis que alguém estivesse acima da lei", afirmou Trump, completando: "Sim, tenho o absoluto direito de perdoar a mim mesmo. Mas nunca terei que fazer isso porque eu não fiz nada errado. E todo mundo sabe disso".

"Não houve conluio", acrescentou, referindo-se à investigação sobre as supostas ligações dos russos com sua campanha de 2016.

"Não houve obstrução. É tudo uma fantasia inventada. É uma caça às bruxas", concluiu.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade